Arquivo | Sem-categoria RSS feed for this section

Todo apoio aos trabalhadores da Comunicação

20 mar

Nota de apoio à luta dos/as jornalistas da Caros Amigos

A demissão de onze trabalhadores/as em greve da Revista Caros Amigos, muitos deles/as companheiros/as que passaram pelo CA de Jornalismo da PUC-SP, pegou a todos/as de surpresa. Ao alegar “quebra de confiança”, a direção da publicação tentou justificar a postura unilateral que tomou. Atitude que apenas a coloca no mesmo bojo de veículos de comunicação que se resumem a mídias empresariais.

A precarização do trabalho do/a jornalista é facilmente percebida nas diversas redações país. Além do baixo salário, as condições de trabalho estão cada vez piores: redações enxutas, excessivas jornadas de trabalho, estagiários sobrecarregados. A valorização e condições dignas de trabalho são primordiais para que se faça uma comunicação qualificada. Principalmente entre as publicações que se colocam ao lado dos/as trabalhadores/as e propõem um comunicação que se oponha à mídia hegemônica.

Tal ato vai claramente de encontro aos princípios editoriais da revista, referência para os veículos de esquerda e para os jornalistas que fazem da profissão um instrumento de luta. Entendemos que, mesmo diante das dificuldades existentes para se manter publicações como a Caros Amigos, haja coerência e que se busque soluções de forma democrática e sem desrespeitar os/as trabalhadores/as. Ressaltamos que toda luta por garantia de direitos deve ser reconhecida e que a greve é um mecanismo de reivindicação legítimo dos/as trabalhadores.

Enquanto estudantes de Comunicação Social, nos colocamos na luta pela garantia da valorização, condições adequadas de trabalho aos comunicadores e comunicadoras e pela liberdade de expressão. Especialmente, valorizamos os/as comunicadores/as que buscam um trabalho comprometido com a classe trabalhadora e que se pautem pela democratização dos meios de comunicação. Por isso estamos lado a lado aos profissionais da comunicação que bravamente estão em luta pela garantia de seus direitos e contra a precarização do trabalho.

Centro Acadêmico Benevides Paixão, 18 de março

Anúncios

Lutar não é crime!

15 fev

Nota de repúdio do Centro Acadêmico Benevides Paixão à criminalização de estudantes e funcionários da USP

Há cerca de quinze meses 72 estudantes e funcionários da Universidade de São Paulo (USP) foram detidos durante a truculenta reintegração de posse da reitoria executada pela PM. Processos administrativos foram abertos para apuração do caso e ficou decidido que nenhum estudante seria expulso. Porém, no último dia 5 o Ministério Público Estadual de São Paulo ofereceu denúncia à Justiça na qual acusa estudantes e funcionários de quatro crimes: formação de quadrilha, pichação, dano ao patrimônio e descumprimento de ordem judicial. A promotora Eliana Passarelli, que toma a frente na acusação, pede pena mínima de oito anos de prisão.

O Centro Acadêmico Benevides Paixão, do curso de Jornalismo, da PUC-SP, compreende que a criminalização do movimento estudantil, assim como de qualquer outro movimento social, é um atentado aos direitos de manifestação e organização políticas, garantidos pela Constituição. É necessário lembrar ainda que a ocupação da reitoria da USP se deu após a Universidade assinar convênio com a Polícia Militar, no qual se estabelecia a presença permanente da PM no campus, sem que nenhum estudante fosse consultado.

No momento em que os estudantes da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) também se mobilizam na luta pela garantia da democracia universitária, reafirmamos a necessidade de unificar todas e todos estudantes contra a repressão que vem sendo exercida dentro e fora da universidade contra diversos movimentos sociais.

Diante disso, vimos por meio desta nota repudiar a ação do Ministério Público e manifestar nosso apoio a todas e todos estudantes e funcionários processados. Frente à criminalização de lutadores, juntamo-nos ao coro pela revogação dos processos e a anulação da denúncia do MP contra os estudantes!

Golpe contra a democracia na PUC-SP?

8 nov

Puquianas e puquianos,

Em agosto de 2012 passamos pelo habitual processo de escolha direta da Reitoria da PUC-SP, no qual se confirmou a reeleição do atual reitor, Dirceu de Mello.

Nos últimos anos, a Fundasp (Fundação São Paulo), que é mantenedora da PUC-SP, vem reduzindo a autonomia e democracia na universidade através de intervenções diretas por meio do Consad.

Nesse sentido, fortes rumores – intensificados pela demora na indicação do próximo reitor – começaram a circular em outubro nas salas de aulas, departamentos e corredores, indicando que a Fundasp poderá, em decisão inédita, não legitimar a escolha da comunidade e nomear outro candidato que não o primeiro colocado.

A PUC-SP foi foco de resistência contra a ditadura militar. Fomos a primeira universidade a escolher nosso reitor em eleições diretas e paritárias, o que não ocorre com a Fundasp, que é uma instituição administrativa e burocrática que não se pauta pela qualidade acadêmica ou pela história política de nossa universidade, visando o lucro como objetivo último.

A PUC-SP é uma das únicas universidades particulares que é democrática, aberta à comunidade e que defende a liberdade de pensamento e de produção acadêmica das mais diversas naturezas.

Escolher um reitor que melhor representa a Fundasp é ir contra todos os princípios puquianos que fazem parte desta universidade única no Brasil, deslegitimando toda a luta feita por aqui a favor da liberdade de escolha, de pensamento e, principalmente, a favor da democracia.

Dom Odilo, grão-chaceler da PUC-SP, tem até o dia 30 de novembro para nomear o próximo reitor. Nós não podemos aceitar que essa decisão seja tomada, oportunamente, após o término das aulas, o que impossibilitaria qualquer mobilização.

A democracia existe para escolhermos o melhor candidato segundo nossa preferência: o reitor deve ser escolhido pelos professores, funcionários e estudantes, que têm como principal interesse a manutenção da PUC-SP como uma universidade plural, aberta, livre e comunitária.

Esta carta é um chamado, um alerta para tod@s @s estudantes, professores e funcionários! Fiquemos atentos e preparados.

A PUC é nossa. A PUC é da comunidade. A PUC é e deve continuar sendo democrática!

Carta assinada por C.A. Vital Brazil, C.A. Fênix, C.A. Clarice Lispector, CASS, C.A. 22 de Agosto, Grupo UNA, Grupo Construção Coletiva, CARI e C.A. Benevides Paixão

Artes do Corpo se desvincula oficialmente do Benê

20 jun

Depois de algum tempo sem uma definição oficial, os estudantes de Artes do Corpo enviaram a seguinte carta ao Benê, formalizando uma situação que, na prática, já era realidade há pelo menos um ano e meio: a mudança de representação do curso para o Centro Acadêmico de Filosofia (Cafil).

Aos integrantes do Centro Acadêmico Benevides Paixão

É por meio desta carta que o curso de Comunicação e Artes do Corpo vem informar e formalizar nosso desligamento do C.A. Benevides Paixão e mudança para o Centro Acadêmico de Filosofia.

Esse desligamento, ocorrido formalmente em 2010, se deu por vários fatores. Primeiramente, pelo espaço físico: as aulas de Artes do Corpo se concentram prioritariamente no quinto andar do Prédio Novo, que é relativamente distante do Benê, que se encontra na atual Faficla, do outro lado da rua Monte Alegre, de modo que a frequência do alunos foi diminuindo perceptivelmente durante o tempo. Continue lendo

Benê inicia prestação de contas

2 fev

A principal bandeira das últimas gestões do CA Benevides Paixão, também levantada pela Desassossego, é que a entidade deve ser aberta, horizontal e participativa. Para isso, sempre lembramos a todos de que as reuniões ordinárias, que geralmente acontecem todas as terças-feiras às 18h30, são abertas a qualquer estudante de Artes do Corpo, Jornalismo e Multimeios a voz e voto.

Dando mais um passo para tornar a gestão ainda mais aberta e participativa decidimos, na reunião de 18 de janeiro, dar maior publicidade às relatorias das reuniões, que antes ficavam restritas aos arquivos da lista de emails do CA, e também iniciar uma prestação de contas completa.

Para acessar esses e outros arquivos é só conferir a seção “Documentos Online” na coluna aí do lado direito do blog. Os documentos ficam na pasta virtual do Benê no Google Docs.

Faça o Natal do Benê feliz!

21 dez

Benê vestido de Papai NoelEstá bem, ninguém precisa de nenhuma data comemorativa para fazer uma doação ao CA. A maioria sabe que tudo o que temos nele foi, em geral, fruto de doações estudantis. Lembramos sempre que o nosso espaço físico é para e de tod@s @s estudantes e de responsabilidade dos mesmos!

O que torna esse final de ano especial é que gestão Desassossego está promovendo durante as férias uma série de melhorias e mudanças para tornar o espaço mais agradável.

Se você tem algo que não usa e acha que ficará bem no Benê, fale com a gente! Precisamos principalmente de sofás, escrivaninhas e armário, mas aceitamos outras coisas. E não precisa se preocupar com o transporte, não! A gente dá um jeito.

Para escrever para o CA você já sabe: envie um email para cabenevidespaixao@gmail.com

O Benê agradece e espera muitos presentes do bom velhinho!

Calouros puquianos! Sejam Bem Vindos!

20 dez

Sejam muito bem-vindos calouros puquianos!
Aguardamos vocês em fevereiro para um ano com muitas atividades!
Queremos mostrar a nossa PUC tão querida e única!
Qualquer dúvida não hesitem em enviar email (cabenevidespaixao@gmail.com) ou procurar a gestão!

Nos vemos em 2011!
Essa é só a primeira lista, outras virão!

Saudações benevidianas!